Voltar ao Topo
Pré-cadastro do evento, clique aqui
Safratec

Safratec 2018

TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA

Palestras | Exposições | Lançamentos

24 e 25
de Janeiro de 2018

Unidade de Difusão Tecnológica (UDT)
Estrada Maringá à Floresta.
Próximo a Unidade Cocamar de Floresta - PR.

Programação

Dia 24

08h30Credenciamento e Café da Manhã

09h00Abertura oficial

09h30Visitas aos estandes parceiros e estações experimentais Cocamar

10h00Rotas Técnicas

11h00Almoço

13h30Visitas aos estandes parceiros e estações experimentais Cocamar

15h00Dinâmica de colheita, pulverização e semeadura (Cocamar Máquinas)

16h30Encerramento

Dia 25

08h30Credenciamento e Café da Manhã

09h00Abertura oficial

09h30Visitas aos estandes parceiros e estações experimentais Cocamar

10h00Rotas Técnicas

11h00Almoço

13h30Visitas aos estandes parceiros e estações experimentais Cocamar

15h00Dinâmica de colheita, pulverização e semeadura (Cocamar Máquinas)

16h30Encerramento

Expositores

Expositores Expositores Expositores Expositores

Local

Unidade de Difusão Tecnológica (UDT)

Estrada Maringá à Floresta.
Próximo a Unidade Cocamar de Floresta - PR.

Utilizar o Google Maps

Notícias

Noticia

Espaço Inovação do SafraTec divulgará geração de energia limpa

16/01/2018

Em sua 27ª edição, nos dias 24 e 25 deste mês, o SafraTec Cocamar – principal mostra tecnológica para o agronegócio regional – a ser realizada na Unidade de Difusão Tecnológica (UDT) da cooperativa em Floresta, região de Maringá (PR), apresentará, entre outras atrações, o espaço Inovação.

Nele, uma das demonstrações ao público será sobre a produção de energia limpa com uma estrutura de módulos fotovoltaicos para aproveitamento da luz solar e também de um microgerador hidrelétrico.

POTENCIAL - A ideia é divulgar a possibilidade que o produtor rural tem de fazer na propriedade a geração própria de energia. De acordo com especialistas, há um grande potencial a explorar: a região é servida pela incidência de luz solar por aproximadamente 300 dias ao longo do ano, com a vantagem de o investimento em módulos ou placas fotovoltaicas ter se tornado mais acessível. O retorno, em média, está previsto para o sexto ou o sétimo ano e a vida útil do equipamento é estimada entre 25 a 30 anos.  

Em paralelo à demonstração técnica, a área comercial do evento contará com a participação de fabricantes de placas.

Cerca de 5 mil produtores cooperados, representando dezenas de municípios dos Estados do Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul, devem visitar o SafraTec Cocamar 2018, mostra anual promovida pela Cocamar Cooperativa Agroindustrial. A UDT, com área de 500 mil metros quadrados, fica às margens da PR-317, entre Maringá e Floresta.  

Noticia

SafraTec propõe arrecadar itens de higiene pessoal

15/01/2018

Evento será promovido nos dias 24 e 25 deste mês em Floresta

A Cocamar está convidando aos produtores cooperados que irão visitar o SafraTec 2018, a ser promovido nos dias 24 e 25 deste mês em Floresta (PR), a participarem de uma ação social.

O pedido é que eles levem itens de higiene pessoal para serem entregues na entrada do evento. O SafraTec, mais importante mostra regional de tecnologias para o agronegócio, deve receber cerca de 5 mil visitantes na Unidade de Difusão Tecnológica (UDT) da cooperativa, às margens da PR-317.

Estão sendo sugeridos produtos como creme dental, escova de dente, sabonete, shampoo, condicionador, desodorante, cotonete, algodão e escova de cabelo. Quem quiser, pode levar também sabão em pó e amaciante.

Iniciativas assim são comuns em realizações da Cocamar. No mês de dezembro, a cooperativa arrecadou mais de 500 quilos de alimentos não perecíveis entregues pelos participantes na recepção da Copa Cocamar 2017, em Maringá (PR). As mercadorias são destinadas a apoiar o trabalho de entidades assistenciais em regiões atendidas pela cooperativa.

A expectativa dos organizadores é arrecadar uma grande quantidade de produtos, beneficiando assim o maior número possível de pessoas em situação de vulnerabilidade

Noticia

Máquinas vão invadir o SafraTec Cocamar 2018

12/01/2018

Principal vitrine tecnológica para o agronegócio regional será nos dias 24 e 25 deste mês em Floresta, região de Maringá

Máquinas sofisticadas, para diversos tipos de operações a campo, prometem ser uma das atrações aos visitantes do SafraTec Cocamar 2018, dias 24 e 25 deste mês em Floresta (PR).

Com uma exposição de tratores, colheitadeiras e equipamentos diversos, a Cocamar Máquinas, concessionário John Deere nas regiões de Maringá, Paranavaí e São Pedro do Ivaí, vai promover também uma dinâmica com os maquinários a partir das 15h, além de estar oferecendo, em seu estande, condições especiais de negociação.  

Operações com piloto automático são sempre um atrativo no SafraTec, que vai sediar no primeiro dia a abertura oficial da safra de soja 2017/18 na região.

Ainda em relação às máquinas, há muito mais para ver, inclusive no ar. Equipamentos para agricultura de precisão, como drones, cada vez mais inseridos em atividades no moderno agronegócio, estarão sendo demonstrados. E haverá espaço, também, para divulgar a aviação agrícola, que agiliza a pulverização no controle de pragas e doenças, cobrindo rapidamente grandes extensões de áreas.

De volta ao solo, a mecanização do café será outro destaque do evento, incentivada pela cooperativa como forma de viabilizar a cafeicultura sem depender de mão de obra, cada vez mais escassa. Os visitantes poderão ver de perto a funcionalidade de uma colheita com máquina, entre outros equipamentos, que ainda são novidade na região.

Noticia

Maior evento técnico do agro regional será dias 24 e 25/01

08/01/2018

Estações Técnicas, exposição de produtos diversos e dinâmica de máquinas compõem o conteúdo da feira, cujo foco é a modernização da atividade agropecuária para o incremento da produtividade
 

O SafraTec Cocamar 2018, o mais importante evento técnico para o agronegócio da região, acontece nos dias 24 e 25 deste mês em Floresta, município vizinho a Maringá. A realização da Cocamar Cooperativa Agroindustrial, com a participação de dezenas de empresas e instituições parceiras, será em sua Unidade de Difusão Tecnológica (UDT), uma área de 400 mil metros quadrados em local de fácil acesso às margens da PR-317.

VISITANTES - A previsão é que mais de 5 mil produtores cooperados formadores de opinião e líderes em suas regiões, visitem o evento, onde irão conhecer novas tecnologias e serviços para a modernização dos negócios e o aumento da produtividade.

PROTOCOLOS - Especialistas estarão tratando, em 9 protocolos, de temas oportunos e de grande interesse dos produtores, como manejo de solo, herbicidas, manejo de nematoides, tratamento industrial de sementes, tecnologia de aplicação, inoculação, desempenho de cultivares de soja, atividade pecuária (com integração lavoura-pecuária-floresta) e cultura do café.

ATRAÇÕES DIVERSAS - Cerca de 50 empresas vão expor um amplo portfólio que compreende desde sementes, produtos químicos, fertilizantes e soluções em nutrição vegetal, a equipamentos e outros insumos, veículos, caminhões e maquinários.

Haverá demonstração de drones, equipamentos cada vez mais associados à moderna atividade agropecuária, onde são utilizados para diversos fins. Da mesma forma, fontes alternativas de energia na propriedade, como microgeradores hidrelétricos e o uso de placas fotovoltaicas para aproveitamento da incidência solar, também serão novidade.
O surpreendente avanço tecnológico em relação aos cultivos geneticamente modificados merecerá um espaço especial no evento.

EM AÇÃO - Equipamentos voltados à precisão, que reduzem custos e racionalizam o uso de produtos como agroquímicos e fertilizantes, serão destaque. A Cocamar Máquinas, concessionário John Deere, irá promover operações de plantio, colheita e dessecação, incluindo demonstração de piloto automático.
Será feita, ainda, a divulgação da aviação agrícola, capaz de cobrir, rapidamente, grandes extensões de áreas, aproveitando intervalos entre as chuvas, sem o inconveniente de provocar o amassamento de plantas, comum na operação em solo.

Noticia

UDT – Evoluindo a cada ano!

28/12/2017

Nas atividades agrícolas, até que uma técnica de produção ou uma prática de manejo chegue ao produtor, existem muitos testes, ensaios e experimentos que às vezes levam anos para revelar um resultado consistente, que possa ser transmitido ao agricultor de forma segura, possibilitando o aumento de sua produção. Esse processo de transferência de informações, resultantes da pesquisa para o produtor, é conhecido como Difusão Tecnológica, papel fundamental da UDT (Unidade de Difusão Tecnológica) da Cocamar.

Localizada em Floresta-PR, região tradicional da Cooperativa e palco de uma agricultura marcante, a UDT dispõe de uma área de 48 hectares, onde são desenvolvidos trabalhos de pesquisa e validação agrícola, cujos resultados são utilizados em treinamentos para a capacitação da equipe técnica e também transmitidos aos cooperados nos eventos de difusão tecnológica, como os dias de campo e, principalmente, o SafraTec.

A UDT, assim como o SafraTec vêm evoluindo a cada ano, em virtude do aumento de experimentos desenvolvidos, de informações obtidas com esses experimentos, que também são frutos das inúmeras parcerias envolvidas nesses estudos. Todos esses fatores fazem com que o cooperado tenha em suas mãos o maior e mais valioso dos “insumos” agrícolas: a informação. Para se ter uma ideia, quando a UDT iniciou suas atividades em Floresta (PR), em 2011, o número de parcelas experimentais conduzidas era de aproximadamente 90. Hoje, com as sólidas parcerias, como Embrapa, Universidades Estaduais de Maringá e Londrina, Iapar e Emater, e mais de 30 empresas de insumos parceiras do SafraTec, esse número saltou para aproximadamente 2 mil.

Os resultados desses estudos já venceram a barreira da divulgação local e regional e atualmente é comum encontrarmos o nome “UDT Cocamar” em seminários, conferências e congressos de abrangência nacional. Ou seja, é a Cocamar, por meio da UDT, transcendendo fronteiras e marcando a sua contribuição para uma agricultura nacional mais produtiva.

Noticia

UDT: um laboratório a céu aberto

20/12/2016

A Unidade de Difusão Tecnológica (UDT), implantada no município de Floresta (PR), com 48 hectares, tem como objetivo reproduzir trabalhos que foram desenvolvidos por instituições de pesquisa e universidades, adaptando-os para as condições regionais. Com isso, os técnicos e cooperados da Cocamar podem verificar o comportamento de diversos materiais genéticos a variados tratamentos, todos com o foco de aumentar a produtividade.

A UDT tem a preocupação tanto de conduzir trabalhos que possam demonstrar as tecnologias atuais, como o comportamento de diferentes materiais de soja tolerantes a lagartas; também, os trabalhos de longo prazo, como aqueles relativos ao manejo de solo, que têm objetivo de melhorar as condições químicas e físicas dos solos da região - que estão em constante pressão, pela extração de nutrientes e intenso uso de máquinas e implementos agrícolas.

Os mais variados fornecedores de insumos da cooperativa fazem da UDT uma grande vitrine de tecnologia, para transferir a todos os visitantes as mais modernas ferramentas de manejo que se têm à disposição.

“Tudo isso é feito de forma simples e visual, para facilitar o entendimento e a posterior utilização tanto por parte da equipe técnica quanto pelos nossos cooperados”, ressalta o gerente técnico da Cocamar, Leandro Cezar Teixeira.

Assim, em um mesmo espaço, pode-se acompanhar o desempenho de diversos trabalhos e o produtor, com o apoio do seu técnico, pode adaptar o conhecimento demonstrado, na sua propriedade. De acordo com o superintendente de negócios, Arquimedes Alexandrino, visitar esse grande laboratório a céu aberto é uma ótima oportunidade. “O empenho da equipe de colaboradores da UDT, técnicos e empresas parceiras permitirá a demonstração contínua de tecnologias que fazem a diferença na busca constante da produtividade”, finaliza.

Noticia

SAFRATEC: A cada ano, maior e melhor

20/12/2016

Mais de quatro mil produtores, representando as regiões onde a Cocamar mantém unidades de atendimento, visitaram, em janeiro de 2016, a última edição do Safratec, feira tecnológica promovida pela cooperativa em sua Unidade de Difusão de Tecnologias (UDT), no município de Floresta, região de Maringá (PR). A programação incluiu uma apresentação exclusivamente para a equipe técnica da cooperativa. Cerca de 50 empresas parceiras instalaram estandes para demonstração de suas tecnologias, bem como exposição de máquinas e portfólio de produtos e serviços diversos.

Nos dois dias de evento, ao fazer a abertura da programação, dirigentes da Cocamar enalteceram a oportunidade que estava sendo oferecida para que os participantes tivessem acesso a novos conhecimentos e tecnologias, para continuarem evoluindo em suas atividades. O presidente-executivo Divanir Higino destacou que somente o aumento da produtividade vai assegurar a sobrevivência do agricultor. Ele frisou, também, que o Safratec vem crescendo a cada ano, sendo considerada a principal vitrine tecnológica voltada ao desenvolvimento do agronegócio regional.

PRODUTIVIDADE E RENTABILIDADE - Práticas como a velocidade adequada de plantio, tratamento e inoculação de sementes, uso de biorreguladores e adubação diferenciada, correção do solo com gesso e calcário, aplicação de fosfito, rotação de culturas, consórcio milho e braquiária e aplicação de defensivos no momento certo foram alguns dos trabalhos apresentados pela Cocamar e empresas parceiras. São iniciativas que podem fazer diferença no resultado final, em termos de produtividade e rentabilidade, explorando todo o potencial produtivo da lavoura. E sem aumento significativo de custos.
Essa é a base, por exemplo, do Programa de Aumento de Produtividade e Sustentabilidade (PAPS), desenvolvido pela Cocamar desde 2009 e apresentado no evento como alternativa para mudar a realidade no campo. Foi lembrado que na safra anterior (2014/15), enquanto a média na região da Cocamar foi de 128 sacas por alqueire e a do Paraná, 133, a média dos 74 produtores do PAPS, ligados à cooperativa, somou 150 sacas/alqueire.

LANÇAMENTOS - Entre os parceiros da Cocamar no Safratec, a Embrapa Soja aproveitou a oportunidade para promover dois lançamentos e um pré-lançamento de cultivares desse produto. As novidades foram a BRS 388 RR, de ciclo médio e alta produtividade, e a BRS 1010 IPRO, com alto desempenho produtivo, precocidade, rusticidade e tolerância a insetos. Em breve, segundo a empresa, deve chegar ao mercado, também, a BRS 399 RR, que se destaca pela precocidade e tolerância a várias espécies de nematoides. Outros dois materiais apresentados foram os já conhecidos BRS 359 RR e o BRS 360 RR.

SUSTENTABILIDADE - Com foco em tecnologias sustentáveis de produção, que garantam o futuro do agronegócio, o Instituto Emater ressaltou, durante o evento, a importância da adoção de práticas que respeitem o meio ambiente e perpetuem condições ideais de produção. Entre elas, o manejo integrado de pragas e doenças, com monitoramento da lavoura para aplicação dos defensivos no momento certo. Foi enfatizado, também, o uso correto da tecnologia de aplicação, reduzindo custos de produção, mas sem desequilibrar ou poluir o meio ambiente. Essa técnica vai depender de uma análise de fatores como temperatura, umidade relativa do ar, ventos, qual é o alvo e onde ele está, entre outros. Outra prática fundamental para dar sustentabilidade à produção foi o manejo de solo e água. Técnicos citaram os problemas que têm ocorrido com o rebaixamento e a retirada de terraços, o plantio em desnível e a sucessão de culturas, bem como suas consequências, como erosão, compactação, assoreamento de rios e nascentes, ocorrência de doenças nas raízes, redução de produtividade e aumento de custos.

X
Estação 1 ILPF Estação PAPS Estação 3 Estação 4 Estação 5 Estação 6
Integração lavoura pecuária e floresta Programa de produtividade e sustentabilidade Timing de aplicação de fungicidas Adubação nitrogenada em soja - nitrogênio foliar Época de semeadura de soja Efeito do espaçamento e densidade populacional na cultura da soja
Estação 7 Estação 8
Manejo do solo para altas Produtividades
Estação Cultura Perenes Estação Máquinas e Implementos Estação Parceiros Tenda Principal
Competição de variedades de soja intacta Manejo da compactação do solo Escarificação do solo Rotação de culturas Café 10h00 - Manejo da Cultura do Café Projeto Energia
11h00 - Palestra sobre Demanda de Energia (Madeira)
Dinâmicas com Máquinas Agrícolas Visitas às Empresas Parceiras Núcleo Feminino e Núcleo Jovem
Estação 1 ILPF Estação PAPS Estação 3 Estação 4 Estação 5 Estação 6
Integração lavoura pecuária e floresta Programa de produtividade e sustentabilidade Timing de aplicação de fungicidas Adubação nitrogenada em soja - nitrogênio foliar Época de semeadura de soja Efeito do espaçamento e densidade populacional na cultura da soja
Estação 7 Estação 8
Manejo do solo para altas Produtividades
Estação Cultura Perenes Estação Máquinas e Implementos Estação Parceiros Tenda Principal
Competição de variedades de soja intacta Manejo da compactação do solo Escarificação do solo Rotação de culturas Projeto Seringueira 15h00 - Palestra sobre Seringueira Dinâmicas com Máquinas Agrícolas Visitas às Empresas Parceiras Núcleo Feminino e Núcleo Jovem
Dia Palestra
20/01 "Manejo de Plantas Daninhas em Soja e milho RR"
Eng. Agr. Luiz Henrique Pencckowiski - Fundação ABC
21/01 "Fisiologia de Plantas e seu manejo para altas produtividades"
Mestre em Produção Vegetal do Grupo Floss - Luiz Gustavo Floss
22/01 "Tecnologia de APlicação de Defensivos"
Eng. Agr. Dr. Nelson Harger Coordenador de Grãos - EMATER
x